Psicologia dos vídeos: o poder de tornar as pessoas mais propensas a comprar - K2.
Vídeos nas redes sociais
Vídeos nas redes sociais: consumidores e marcas não vivem sem eles!
28 de novembro de 2018
10 tendências para marketing de influenciadores digitais em 2019
10 tendências de marketing com influenciadores digitais para 2019
11 de dezembro de 2018

Psicologia dos vídeos: o poder de tornar as pessoas mais propensas a comprar

Psicologia dos vídeos: o incentivo a decisões de compras

Não é segredo, o vídeo está em todo lugar. Um dos pilares da sua popularização é o apelo com os públicos e, consequentemente, a sua adoção massiva por parte do marketing. E é a psicologia dos vídeos que explica porque as pessoas se tornam mais propensas a consumir algo de uma empresa após a exposição a essa mídia onipresente.

As marcas estão usando os vídeos de maneiras novas e empolgantes e desfrutando de resultados inéditos, como o maior tempo de permanência na página, menor taxa de rejeição e eficiência de SEO (Search Engine Optimization – otimização para motores de busca). Mas por que o vídeo leva a taxas de engajamento e interação mais altas?

De acordo com um artigo publicado no blog da SproutVideo, esse resultado tem muito a ver com a psicologia humana. O vídeo, enquanto mídia, é mais envolvente do que outros meios, pois atinge os corações e cativa as atenções melhor do que qualquer outra coisa. Se você já chorou assistindo a um filme, sabe bem o que isso quer dizer. E, quando o vídeo é usado em esforços de marketing, muitos desses mesmos efeitos são realizados. Sendo assim, essa emoção e conexão podem ajudar a converter um espectador em um cliente pagante.

Neste artigo vamos dar uma olhada no motivo pelo qual o vídeo é uma grande potência do marketing e como você pode usá-lo a seu favor.

#1. Um minuto de vídeo vale 1,8 milhão de palavras

Se uma imagem vale mais que mil palavras, um vídeo vale mais de um milhão!

Pense nisso: a 30 frames por segundo, você recebe o equivalente a 30 mil palavras por segundo de vídeo. Multiplique isso pela duração do seu conteúdo e terá uma ideia de quantas palavras ele vale.

Isso é hipotético, é claro, mas dá uma boa noção de quanto o vídeo pode ser mais impactante do que apenas imagens estáticas. Afinal, o quanto você poderia comunicar em 1,8 milhões de palavras? Mesmo que não esteja dizendo isso literalmente, você está se comunicando muito mais com pensamentos, sentimentos, conexões, emoções, memórias etc.

Pense na 60.000 Fallacy, uma estatística frequentemente citada que afirma que nosso cérebro pode processar imagens 60.000 vezes mais rápido que o texto. Parece incrível, certo?

Embora essa estatística ainda não tenha sido realmente comprovada, ela justifica algo que muitos acreditam ser verdade (inclusive nós, da K2.:): que os recursos visuais são mais envolventes e mais poderosos do que qualquer outra forma de comunicação digital.

>>> Conheça 6 tendências do marketing de conteúdo para 2019

Mesmo que não processemos visuais em geral de maneira eficiente, há provas de que processamos imagens mais rapidamente do que textos. Um estudo do MIT (Massachusetts Institute of Technology) mostrou que o cérebro humano pode identificar imagens em apenas 13 milissegundos. Combine isso com imagens em movimento e áudio, e você terá uma ferramenta de marketing poderosa.

#2. O vídeo estimula inúmeros sentidos – contando uma história mais extensa do que apenas imagens ou palavras sozinhos conseguem

Como o vídeo é visual e auditivo ao mesmo tempo, ele conta uma história mais evocativa e memorável do que qualquer outro meio. E, mais do que isso, ele evoca esses sentidos ao máximo. Usando cores muito específicas e brilhantes ou um diálogo estratégico, o audiovisual pode influenciar secretamente o comportamento de um usuário, gerando memórias ou nostalgia, medo ou curiosidade. Esta resposta emocional de seus espectadores é o que alimenta sua paixão e constrói um vínculo mais forte entre eles e sua marca.

De acordo com a University of Southern California, uma resposta emocional a um anúncio influencia muito mais a intenção do consumidor de comprar do que o conteúdo do anúncio em si. Então, é desejável que você use todas as ferramentas à sua disposição para ativar essas emoções.

#3. Vídeos ajudam a criar associações concretas

Mais especificamente, seu vídeo deve criar uma forte associação entre o espectador e sua marca.

Se alguém ver uma sereia verde, as chances são altas de pensar na Starbucks. Essas associações são criadas por meio da promoção da marca e não há maneira mais eficiente de comunicar um negócio do que por meio de vídeo. Assim como não há melhor garantia de compra do que o alto recall da marca.

>>> Como usar os 6 princípios da persuasão em video marketing

Como você faz isso? Sim, essas associações de marca demoram muito tempo para serem construídas. É preciso ver suas campanhas várias vezes antes que elas se destaquem. Mas o vídeo é uma das maneiras mais fáceis de alcançar seu público – e um dos mais memoráveis.

O segredo? Inclua personagens em seus vídeos que representam seu público-alvo. Ver personagens que se parecem com eles pode ajudar os espectadores a se imaginarem usando seu produto ou serviço. Trabalhe na criação de uma estética e certifique-se de que toda a sua campanha de marketing segue essa mesma comunicação. Mantenha as cores da sua marca, seu logotipo e seu estilo, entre outros elementos.

Seja uma associação física, emocional ou entre as dores do espectador e a solução oferecida pela sua empresa, o vídeo ajudará a desencadear uma sensação de pertencimento, a qual pode se transformar em uma venda.

#4. Vídeo ajuda as pessoas a lembrarem da sua marca

Os maiores benefícios de criar essas associações são o desenvolvimento de recall e a lealdade de marca.retenção de mensagem em vídeo

Isso faz do vídeo uma das melhores mídias para cimentar não apenas as associações com o seu negócio, mas também para ajudar os usuários a lembrarem da sua marca.

Parece óbvio que o vídeo auxilie os usuários a lembrar de coisas – sua natureza visual ajuda a destacar sua marca, como o logotipo, a cor, a estética e o estilo. Quando faz isso através do tempo, você cria uma identidade visual, que se torna a base do recall da marca.

Mas não é preciso ver algo que remeta a um usuário da sua marca para ajudá-lo a lembrar de você. Uma vez que essas associações sejam construídas, sua marca será naturalmente lembrada. Agora, seu trabalho é ajudar o usuário a pensar em você quando enfrenta um problema que você negócio resolve.

#5. Quando o espectador vê seu vídeo, ele começa a ver você em todos os lugares

Isso se chama ilusão de frequência – fenômeno que, se usado estrategicamente, pode levar a um grande aumento de efetividade dos seus esforços de marketing.

Você já viu um comercial de algo – um par de sapatos, por exemplo, que não se destacou necessariamente – você não pensa muito nisso, mas de repente, começa a ver aquele par de sapatos por toda parte? É um fenômeno que ocorre quando você percebe algo pela primeira vez e, aparentemente, a partir daí, começa a cercá-lo em anúncios, conversas, na rua… Você está ficando louco ou, num piscar de olhos, esse novo par de sapatos apareceu em todos os lugares ?

Aqui duas coisas acontecem. Primeiro, nossa atenção seletiva natural entra em ação sem que a percebamos, o que faz com que algo como um comercial se destaque inconscientemente. Em segundo lugar, nosso viés de confirmação entra em cena, atestando nossa opinião de que, sim, todos agora estão usando esses sapatos – mesmo que isso pareça estranho.

No marketing, você pode usar esse truque psicológico para redirecionar seu consumidor. Mostre-lhes um vídeo no seu site, alguns banners e anúncios em redes sociais. Crie mensagens de marca consistentes em canais distintos e você ajudará a direcionar os usuários durante a jornada de compras. Antes que você perceba, o visitante começará a procurá-lo para obter mais informações.

Conclusão

O vídeo é, sem dúvida, uma ferramenta poderosa. Use essas dicas de psicologia dos vídeos para que seus espectadores se sintam especiais; responda às perguntas deles e os mantenha engajados. Quanto mais você conhecer seu público, seus comportamentos e seus gostos e desgostos, mais preparado você estará para criar um vídeo incrível. Melhor ainda, é mais provável que seus espectadores se convertam em clientes!

Cristian Amaral
Cristian Amaral
Avesso ao formato goela abaixo do outbound marketing. Fisgado pela abordagem mais respeitosa do inbound marketing. Publicitário por formação, redator por gosto. Assim como todo mundo, nadando no tsunami de informações e tecnologias, mas sempre atento ao fato de que, no final das contas, seguimos lidando com pessoas.

Deixe uma resposta