Influenciadores digitais e vídeo: a estratégia de marketing matadora - K2.
Depoimentos de clientes em vídeo
Depoimentos de clientes em vídeo: como fazer certo e não dar tiro no pé
31 de outubro de 2018
Ciência de dados e marketing: a era das decisões estratégicas inteligentes
Ciência de dados e marketing: a era das decisões estratégicas inteligentes
14 de novembro de 2018

Influenciadores digitais e vídeo: a estratégia de marketing matadora

Influenciadores digitais e vídeo: a estratégia de marketing matadora

Um recente artigo publicado no site da Forbes retratou a relação vencedora dos influenciadores digitais com o vídeo e referiu-se a esse casamento como o “Santo Graal do marketing” na atualidade.

Não é nenhuma novidade para qualquer pessoa que tenha gasto o menor espaço de tempo observando o marketing o fato de que a mídia vídeo é superpoderosa. Combine isso com o simultâneo crescimento explosivo do marketing de conteúdo e dos influenciadores digitais e você terá uma trinca de elementos incríveis para qualquer marca que queira se conectar com clientes novos ou existentes.

Entenda a força do video marketing

De acordo com um recente estudo feito pela agência de marketing digital WebpageFX, em 2019, 80% do conteúdo consumido on-line será em vídeo. Além disso, outras pesquisas chegaram à conclusão que as pessoas retêm 95% de uma mensagem quando ela é consumida por meio de vídeo, em comparação com apenas 10% quando a mensagem é lida.

Entenda a força dos influenciadores digitais

De acordo com o site Pixlee, um Influenciador digital é um usuário das redes sociais que estabeleceu credibilidade em um setor específico. Um influenciador de mídia social tem acesso a um grande público e pode persuadir outras pessoas em virtude de sua autenticidade e alcance.

Embora o grande número de seguidores seja importante, os influenciadores digitais precisam de muito mais do que um público para ter sucesso. Independentemente de estarem no Facebook, Twitter, Instagram ou YouTube, os influenciadores de redes sociais precisam ocupar um nicho para tornarem-se efetivos no ofício de influenciarem positivamente a marca/negócio que representam.

>>> Conheças a tendências do Instagram para 2019

Como os influenciadores digitais são diferentes dos outros profissionais de marketing?

Os influenciadores promovem exclusivamente conteúdo relevante e para um determinado público-alvo.

Por exemplo: se você tem uma pet shop e quer se unir a influenciadores, procure por blogueiros e instagrammers com foco em animais de estimação. Quando publicam sobre o seu negócio, eles serão vistos por um público que já está interessado em produtos para animais de estimação. No geral, suas chances de penetrar na base de uma audiência correta tornam-se mais altas.

Sobre a eficácia do marketing de influenciadores como um todo, um estudo da Burst Media descobriu que os anunciantes alcançaram um valor médio de ganho de US $ 6,85 para cada US $ 1 gasto em um programa de marketing de influência. De acordo com a pesquisa Influencer Marketing Hub, essa média de ganhos passou para US $ 7,65 por cada dólar gasto em marketing de influência.

Se casarmos o crescimento do vídeo com a eficácia do marketing de influenciadores, chegaremos ao suprassumo de uma poderosa combinação de mídia. A maioria das pessoas prefere consumir conteúdo de vídeo, e foi demonstrado que o vídeo é eficiente no fornecimento de informações que realmente são retidas. O marketing de influência, muito parecido com a propaganda boca-a-boca, provou-se eficaz porque, entre muitas outras vantagens, prospera em um vínculo de confiança que é criado entre o influenciador e o seguidor.

Novas tecnologias

Como a eficácia do marketing de conteúdo de vídeo e de influenciadores digitais provaram ser formas extremamente eficazes de comunicação, tanto as plataformas de mídia quanto os profissionais de marketing e as empresas de tecnologia mergulharam neste espaço. O YouTube remodelou a televisão e agora é a principal plataforma para os influenciadores que buscam construir grandes contingentes de seguidores, os quais são usados por profissionais de marketing para enviar mensagens de marcas.

>>> Vida de YouTuber: esforços levam os criadores ao esgotamento físico e mental

Embora ainda existam os anúncios em vídeo pre-roll (antes do início do conteúdo) e mid-roll (durante a execução do conteúdo), que eram os primeiros formatos de publicidade em vídeo, várias novas formas de soluções de publicidade com foco em tecnologia são agora bastante predominantes.

Essas novas soluções seguiram os ensinamentos da publicidade programática e se casaram com os dados disponíveis dos espectadores extraídos a partir de tecnologia baseada em algoritmos e inteligência artificial (IA), resultando na capacidade de automatizar com precisão muitas formas de anúncios em vídeo.

Algumas dessas soluções tecnológicas são projetadas para gerar receita com vídeos preexistentes criados por influenciadores, entregando algoritmicamente mensagens publicitárias por meio de comentários em vídeo. Outras preveem que toda a experiência de compra ocorra sem nunca sair de uma plataforma de mídia social.

Além disso, existem soluções que fornecem a distribuição de shoppable videos (vídeos habilitados para a venda de produtos) por meio de um programa de afiliados que permite que influenciadores acessem os links de produtos através de uma rede de sua escolha. Esses vídeos que podem vender produtos a partir deles mesmos são então enviados a partir do sistema do provedor para as plataformas de escolha de um influenciador, permitindo a inclusão de links de compra.

Conclusão

O ponto é que o vídeo amadureceu muito além dos anúncios de 15 segundos de pre-roll e mid-roll. Fornecido por meio de influenciadores confiáveis, com grandes bases de seguidores, e impulsionado por soluções baseadas em tecnologia e inteligência artificial, o vídeo provou ser o “Santo Graal” do marketing de influenciadores – e também do marketing em geral.

 

 

Cristian Amaral
Cristian Amaral
Avesso ao formato goela abaixo do outbound marketing. Fisgado pela abordagem mais respeitosa do inbound marketing. Publicitário por formação, redator por gosto. Assim como todo mundo, nadando no tsunami de informações e tecnologias, mas sempre atento ao fato de que, no final das contas, seguimos lidando com pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *